Twitter Facebook YouTube Conexão Sindical

NATIONAL CUT > LIST NEWS > DESTAQUE CENTRAL > ENTIDADES PROMOVEM NESTA QUARTA (16) ATO NACIONAL CONTRA AS DEMISSÕES NA DATAPREV

Entidades promovem nesta quarta (16) Ato Nacional contra as Demissões na Dataprev

15/05/2012

Mobilização será em frente ao prédio do Ministério da Previdência, em Brasília

Written by: Sindpd-RJ

Trabalhadores em processamentos de dados nesta quarta-feira, dia 16, às 10 horas, do Ato Nacional contra as Demissões na Dataprev em frente ao prédio do Ministério da Previdência, em Brasília.

 

Em sentido oposto a tudo o que vem sendo praticado pelo Governo da presidenta Dilma Roussef – voltado para melhores e amplas políticas sociais –, a Dataprev, sob anuência do Ministro da Previdência Social, senhor Garibaldi Alves – do PMDB –, vem praticando demissões, sem a menor justificativa plausível.

 

É evidente que esta atuação está na contramão desse momento democrático que o Brasil vive. São os únicos dirigentes a achacar a classe trabalhadora brasileira ao retomar a prática das demissões em massa, ao invés de valorizar trabalhadores e trabalhadoras que dedicaram décadas de bons serviços, apostando no crescimento e desenvolvimento do Brasil.

 

A gestão de Garibaldi Alves e de Rodrigo Assumpção, à frente da Dataprev sequer respeita as premissas contidas no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), julgado pelo TST, na campanha salarial passada. As demissões coletivas executadas são diametralmente opostas ao contido na cláusula primeira do ACT 2012/2013, que determina a promoção do bem-estar dos trabalhadores e trabalhadoras e a manutenção de um diálogo permanente, considerando a negociação como o instrumento adequado para a integração e resolução de conflitos trabalhistas. Entretanto, as demissões tiveram caráter sumário, sem o "diálogo permanente" que consta do Acordo Coletivo de Trabalho julgado pelo TST.

 

O ACT determina ainda o respeito e a preservação da integridade e dignidade pessoais dos empregados. Onde está o "respeito e a preservação da integridade e dignidade pessoais dos empregados" ? Essas demissões estão ceifando mais que os trabalhos desses cidadãos brasileiros, estão ceifando a dignidade do ser humano.

 

É importante ressaltar que, evidentemente, não é essa a postura do Governo Federal, o que sugere alguma falta de sintonia entre os senhores Garibaldi Alves e Rodrigo Assumpção e os princípios defendidos pelo Governo Dilma.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • Orkut
  • FaceBook
  • Twitter

Related Content

CUT RADIO

Copyright © CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócios | 24.062.754 - Representados
Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telephone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310