Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Ex-ministra Eleonora Menicucci participa de roda de conversa com metalúrgicas

Golpe, desmonte de direitos e feminismo foram alguns dos temas debatidos no encontro

Escrito por: Marina Selerges/ Imprensa - FEM-CUT/SP • Publicado em: 13/07/2017 - 16:56 • Última modificação: 13/07/2017 - 17:04 Escrito por: Marina Selerges/ Imprensa - FEM-CUT/SP Publicado em: 13/07/2017 - 16:56 Última modificação: 13/07/2017 - 17:04

FEM/CUT

O Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP realizou na manhã desta quarta-feira, 12, a Roda de Conversa “Os impactos da crise na vida das mulheres” com a participação da ex-ministra da Secretária de Política para Mulheres, Eleonora Menicucci. Além de trabalhadoras metalúrgicas, companheiras de diversos categorias e movimentos participaram da atividade.

A ex-ministra fez uma análise de conjuntura e conversou com as participantes sobre os impactos das medidas do governo ilegítimo na vida das mulheres. “A reforma trabalhista que foi aprovada na última terça-feira será avassaladora com a vida das mulheres. A jornada intermitente, por exemplo, afeta todos os trabalhadores, mas, e as mulheres que tem dupla ou até tripla jornada de trabalho? ” Questionou Eleonora.

Com contribuição das participantes, diversos outros temas foram conversados. Além das reformas que estão na agenda do governo, pautas já aprovadas também foram debatidas, como o caso da PEC do Teto, que congela investimentos em diversas áreas como saúde e educação, e que igualmente prejudicam a vida das mulheres.

Segundo Andrea Sousa, secretária de Mulheres da FEM-CUT/SP, o objetivo da atividade é informar e formar as mulheres para enfrentar a conjuntura atual. “A gente sabe que a situação não é favorável para a classe trabalhadora, cada dia um ataque diferente, ainda assim, precisamos aprofundar nossos conhecimentos sobre cada ataque para fazer um debate de qualidade com a categoria em todas as fábricas”.

 

Passado

Eleonora Menicucci começou a roda de conversa relembrando a sua ligação com a CUT, que começou quando assessorava a Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras, que daria origem a Secretária da Mulher Trabalhadora. Naquela época, debatia temas como paridade, legalização do aborto, entre outros temas.

Título: Ex-ministra Eleonora Menicucci participa de roda de conversa com metalúrgicas, Conteúdo: O Coletivo de Mulheres da FEM-CUT/SP realizou na manhã desta quarta-feira, 12, a Roda de Conversa “Os impactos da crise na vida das mulheres” com a participação da ex-ministra da Secretária de Política para Mulheres, Eleonora Menicucci. Além de trabalhadoras metalúrgicas, companheiras de diversos categorias e movimentos participaram da atividade. A ex-ministra fez uma análise de conjuntura e conversou com as participantes sobre os impactos das medidas do governo ilegítimo na vida das mulheres. “A reforma trabalhista que foi aprovada na última terça-feira será avassaladora com a vida das mulheres. A jornada intermitente, por exemplo, afeta todos os trabalhadores, mas, e as mulheres que tem dupla ou até tripla jornada de trabalho? ” Questionou Eleonora. Com contribuição das participantes, diversos outros temas foram conversados. Além das reformas que estão na agenda do governo, pautas já aprovadas também foram debatidas, como o caso da PEC do Teto, que congela investimentos em diversas áreas como saúde e educação, e que igualmente prejudicam a vida das mulheres. Segundo Andrea Sousa, secretária de Mulheres da FEM-CUT/SP, o objetivo da atividade é informar e formar as mulheres para enfrentar a conjuntura atual. “A gente sabe que a situação não é favorável para a classe trabalhadora, cada dia um ataque diferente, ainda assim, precisamos aprofundar nossos conhecimentos sobre cada ataque para fazer um debate de qualidade com a categoria em todas as fábricas”.   Passado Eleonora Menicucci começou a roda de conversa relembrando a sua ligação com a CUT, que começou quando assessorava a Comissão Nacional de Mulheres Trabalhadoras, que daria origem a Secretária da Mulher Trabalhadora. Naquela época, debatia temas como paridade, legalização do aborto, entre outros temas.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.