Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

PA: Sindicalistas cobram parlamentares sobre Previdência

Plantão começou às 3h no aeroporto internacional de Belém

Escrito por: CUT-PA - Fátima Gonçalves • Publicado em: 13/03/2017 - 11:58 Escrito por: CUT-PA - Fátima Gonçalves Publicado em: 13/03/2017 - 11:58

Divulgação Trabalhadores ocuparam aeroporto para cobrar posição dos parlamentares contra reforma da Previdência

Desde as três horas da madrugada de hoje que sindicalistas estão fazendo plantão no aeroporto internacional de Belém para fazer um corpo a corpo junto aos parlamentares paraenses que seguem para Brasília. A meta é pressioná-los a votar contra a reforma da Previdência. O plantão segue até às 17 horas, retornando amanhã (14).

O inicío do plantão foi movimentado pelos trabalhadores e trabalhadoras que seguiam para a capital federal para participar do 12o Congresso da Contag. Com faixas e panfletos, os sindicalistas também abordaram passageiros e transeuntes para explicar sobre o prejuízo que a reforma vai causar na vida do povo brasileiro.

Quatro parlamentares já se posicionaram contra a reforma: Edmilson Rodrigues (PSOL), Beto Faro e Zé Geraldo (PT), além do senador Paulo Rocha (PT).

Faltam definir o voto os seguintes deputados e deputadas federais:José Priante, Elcione Barbalho e Simone Morgado (PMDB); Joaquim Passarinho  e Chapadinha (PSD); Lúcio Vale (PR), Wladimir Costa (SD), Josué Bengtson (PTB), Beto Salame (PROS), Júlia Marinho (PSC), Hélio Leite (DEM) e Arnaldo Jordy (PPS). Os senadores Flexa Ribeiro (PSDB) e Jáder Barbalho (PMDB) também ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

O combate a retirada de direitos pelo governo golpista também foi intensificado no final de semana com panfletagens em feiras. No domingo, o Fórum de Entidades Sindicais do Pará distribuiu, por intermédio de encarte no jornal “Diário do Pará”, 45 mil panfletos contra as reformas da Previdência e Trabalhista.

 

Título: PA: Sindicalistas cobram parlamentares sobre Previdência, Conteúdo: Desde as três horas da madrugada de hoje que sindicalistas estão fazendo plantão no aeroporto internacional de Belém para fazer um corpo a corpo junto aos parlamentares paraenses que seguem para Brasília. A meta é pressioná-los a votar contra a reforma da Previdência. O plantão segue até às 17 horas, retornando amanhã (14). O inicío do plantão foi movimentado pelos trabalhadores e trabalhadoras que seguiam para a capital federal para participar do 12o Congresso da Contag. Com faixas e panfletos, os sindicalistas também abordaram passageiros e transeuntes para explicar sobre o prejuízo que a reforma vai causar na vida do povo brasileiro. Quatro parlamentares já se posicionaram contra a reforma: Edmilson Rodrigues (PSOL), Beto Faro e Zé Geraldo (PT), além do senador Paulo Rocha (PT). Faltam definir o voto os seguintes deputados e deputadas federais:José Priante, Elcione Barbalho e Simone Morgado (PMDB); Joaquim Passarinho  e Chapadinha (PSD); Lúcio Vale (PR), Wladimir Costa (SD), Josué Bengtson (PTB), Beto Salame (PROS), Júlia Marinho (PSC), Hélio Leite (DEM) e Arnaldo Jordy (PPS). Os senadores Flexa Ribeiro (PSDB) e Jáder Barbalho (PMDB) também ainda não se pronunciaram sobre o assunto. O combate a retirada de direitos pelo governo golpista também foi intensificado no final de semana com panfletagens em feiras. No domingo, o Fórum de Entidades Sindicais do Pará distribuiu, por intermédio de encarte no jornal “Diário do Pará”, 45 mil panfletos contra as reformas da Previdência e Trabalhista.  



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.