Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Administração e Finanças

Quintino Severo

Gestão: 2015 - 2019

Estado: Rio Grande do Sul

Categoria: Metalúrgico

Quintino Severo (Metalúrgico-RS) é metalúrgico, técnico em eletromecânica e natural de Santa Maria/Rio Grande do Sul. Iniciou a sua trajetória política e sindical no Sindicato dos Metalúrgicos de São Leopoldo em (1987). Na CUT-RS assumiu a tesouraria (1996-1997) e a sua gestão foi marcada pela implementação do orçamento participativo, atuou também como Secretário Geral na gestão (1997-2000) e foi eleito Presidente por duas gestões (2000-2003) e (2003-2006) num período marcado pelo enfrentamento da crise das finanças públicas do Rio Grande do Sul, luta pela valorização do trabalho, ampliação de direitos e em defesa da classe trabalhadora gaúcha.

Junto aos movimentos sociais deu início ao processo de construção da Coordenação dos Movimentos Sociais/RS, que se efetivou em 2003, o balanço desta parceria aponta para a construção coletiva de inúmeras Marchas e Ações, com destaque para o fortalecimento da Marcha dos Sem e a elaboração de uma Plataforma de Ação Unificada, instrumento político que balizou o debate e a organização dos trabalhadores e movimentos sociais de todo o Estado no enfrentamento da crise das finanças públicas e dos ataques aos direitos dos trabalhadores e movimentos sociais.

Como Presidente, atuou também, fortemente em Defesa do Piso Salarial Regional buscando construir uma ampla articulação das Centrais Sindicais na luta pela valorização deste instrumento distribuidor de renda. Com esta trajetória e experiência foi eleito Secretário Geral Nacional no 9º CONCUT (2006-2009), reeleito no 10º CONCUT para a gestão (2009-2012) e atualmente é Conselheiro da CUT no Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador - CODEFAT na gestão (2009-2013).

Atribuições

V - Compete ao/à secretário/a de administração e finanças: 

a) garantir a aplicação da política de finanças e sustentação material de acordo com as normas deste Estatuto e as deliberações das instâncias nacionais; 

b) organizar e administrar as finanças e o plano orçamentário da CUT Nacional; 

c) administrar o patrimônio da CUT, sua sede nacional e a política de pessoal; 

d) elaborar balancetes mensais e um balanço anual com o parecer do Conselho Fiscal para aprovação da Direção Nacional, ou a qualquer momento em que forem por estes solicitados; 

e) coordenar e administrar financeiramente os convênios e projetos de cooperação 

estabelecidos através da Secretaria de Relações Internacionais nos âmbitos nacional e internacional; 

f) coordenar e orientar as secretarias de administração e finanças da CUT nos estados e nas Confederações e Federações nacionais.




Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.