Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Relações Internacionais

João Felício

Gestão: 2009 - 2012

Estado: São Paulo

Categoria: Professores

Formado em Desenho e Plástica, Educação Artística e História da Arte pela Fundação Educacional de Bauru, João ocupa desde 1973 o cargo de Professor de Educação Artística (História da Arte, Artes Plásticas e Teatro) na rede oficial de ensino estadual de São Paulo.

Sua militância política e sindical teve início em 1977 quando participou de mobilizações dos professores na luta por melhores condições de vida e salário, da luta contra a ditadura militar e pela conquista da APEOESP. Em 1978 participou do comando da primeira greve decretada pela categoria depois de décadas de isolamento. No ano seguinte, comandou a segunda greve da categoria pela recuperação de direitos e salários.

No ano de 1980 foi eleito para o Conselho de Representantes da APEOESP (região norte da capital) e participou da fundação do Partido dos Trabalhadores como delegado no Congresso de Fundação.

De 1981 a 1993 esteve à frente das atividades da APEOESP, onde exerceu as posições de Diretor do Departamento Cultural, Diretor de Sub-sedes e por três vezes foi eleito Presidente da entidade. Neste período participou da Campanha das Diretas-Já e da greve dos professores durante o Governo Montoro, quando a APEOESP chegou a realizar assembleias com mais de 50 mil professores.

Em 1983 participou do processo que resultou na fundação da CUT e da filiação da APEOESP à Central. Sua trajetória no movimento sindical inclui a eleição em 1994 para a Direção Executiva Nacional da CUT, indicado pelos professores do Brasil, quando foi responsável pela Comissão de Educação, Formação Profissional e da Previdência e membro do Coletivo Internacional da CUT para questões relativas à OIT (Organização Internacional do Trabalho) e Direitos Humanos. Em 1997 foi eleito Secretário-Geral Nacional da CUT e membro do Diretório Nacional do PT.

No ano de 2000 foi eleito Presidente Nacional da CUT. Durante o mandato, a Central organizou uma vitoriosa resistência contra o projeto do governo FHC para flexibilizar a CLT e, em 2002, a CUT deliberou por apoiar, já no 1º turno, a candidatura de Lula Presidente. Em 2003 foi novamente eleito Secretário-Geral Nacional da CUT e Secretário Sindical Nacional do PT. Neste período João Felício foi indicado pelo Presidente Luís Inácio Lula da Silva como membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social e indicado pela CUT para representar a Central no Conselho de Administração do BNDES. Faz parte, ainda, da Direção do Instituto de Cidadania.

Em 2005 reassumiu a Presidência Nacional da CUT após a indicação de Luiz Marinho para ocupar o Ministério do Trabalho. No 9º CONCUT - Congresso Nacional da CUT, em 2006, foi eleito Secretário de Relações Internacionais da Central, posição que ocupa até hoje.

Atribuições

VII - Compete ao/à secretário/a de relações internacionais: 
a) representar a CUT nas atividades e fóruns internacionais; 
b) garantir a execução da política internacional da CUT, assegurando que suas relações com o movimento sindical internacional sejam regidas pelos princípios deste Estatuto e pelas definições das instâncias nacionais; 
c) contribuir nas definições de políticas internacionais da CUT; Página: 24
d) estabelecer e coordenar o desenvolvimento das relações com todas as entidades sindicais e organizações congêneres, em âmbito mundial, como interlocutor da Central; 
e) coordenar e acompanhar o desenvolvimento de relações sindicais entre as Confederações e Federações nacionais da CUT com entidades congêneres e do mesmo ramo de atividade econômica de outros países; 
f) coordenar o conjunto de ações comuns de solidariedade e intercâmbio com os trabalhadores de outros países; 
g) garantir a troca de informações e divulgação dos fatos relativos à condição e à luta dos trabalhadores entre movimento sindical internacional e brasileiro, reciprocamente; 
h) organizar e acompanhar os convênios estabelecidos entre as instâncias da CUT e as centrais sindicais e instituições de outros países. 



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.