Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

DF: CUT promove ação por mais creches no Areal

A atividade serviu de “esquenta” para os 21 Dias de Ativismo que começarão em novembro.

Escrito por: CUT Brasília • Publicado em: 11/10/2017 - 16:04 • Última modificação: 11/10/2017 - 16:08 Escrito por: CUT Brasília Publicado em: 11/10/2017 - 16:04 Última modificação: 11/10/2017 - 16:08

CUT DF

As secretarias de Mulheres Trabalhadoras, Saúde do Trabalhador e Políticas Sociais da CUT Brasília promoveram, nesta terça-feira (10), uma atividade relativa ao Dia Nacional de Luta por Creche, comemorado em 12 de outubro. O local escolhido para a ação foi o Areal, região administrativa do Distrito Federal com mais carência de vagas em creches. Foram distribuídos panfletos informativos para os adultos e caixas de giz de cera para as crianças. A atividade serviu de “esquenta” para os 21 Dias de Ativismo que começarão em novembro.

Para a secretária de Mulheres da CUT Brasília, Sônia de Queiroz, a iniciativa foi essencial para dizer à população que devemos brigar por nossos direitos. “O GDF descumpriu as metas do Plano Distrital de Educação e deixou muitos pais e mães sem saberem onde deixar seus filhos enquanto trabalhavam. Além disso, a atitude do governo do Distrito Federal também negligencia a assistência a essas crianças”, declarou.

Para a dona de casa Andreia Cardoso, a falta de vagas na única creche do Areal prejudica muito na hora de conseguir um emprego. “Como as mães podem trabalhar se não têm onde deixar seus filhos? Aqui no Areal essa situação é muito pior”, afirmou.

Numa próxima rodada na luta por creches, a CUT Brasília entregará um documento repudiando a negligência do GDF em não ofertar novas vagas à população e também exigindo o cumprimento das metas estipuladas no Plano Distrital de Educação (PDE). O ato será no próximo dia 17 (terça-feira), às 10h na Câmara Legislativa.

Título: DF: CUT promove ação por mais creches no Areal, Conteúdo: As secretarias de Mulheres Trabalhadoras, Saúde do Trabalhador e Políticas Sociais da CUT Brasília promoveram, nesta terça-feira (10), uma atividade relativa ao Dia Nacional de Luta por Creche, comemorado em 12 de outubro. O local escolhido para a ação foi o Areal, região administrativa do Distrito Federal com mais carência de vagas em creches. Foram distribuídos panfletos informativos para os adultos e caixas de giz de cera para as crianças. A atividade serviu de “esquenta” para os 21 Dias de Ativismo que começarão em novembro. Para a secretária de Mulheres da CUT Brasília, Sônia de Queiroz, a iniciativa foi essencial para dizer à população que devemos brigar por nossos direitos. “O GDF descumpriu as metas do Plano Distrital de Educação e deixou muitos pais e mães sem saberem onde deixar seus filhos enquanto trabalhavam. Além disso, a atitude do governo do Distrito Federal também negligencia a assistência a essas crianças”, declarou. Para a dona de casa Andreia Cardoso, a falta de vagas na única creche do Areal prejudica muito na hora de conseguir um emprego. “Como as mães podem trabalhar se não têm onde deixar seus filhos? Aqui no Areal essa situação é muito pior”, afirmou. Numa próxima rodada na luta por creches, a CUT Brasília entregará um documento repudiando a negligência do GDF em não ofertar novas vagas à população e também exigindo o cumprimento das metas estipuladas no Plano Distrital de Educação (PDE). O ato será no próximo dia 17 (terça-feira), às 10h na Câmara Legislativa.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.