Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

CUT-RS e centrais esquentam greve geral de 30 de junho com atos em Porto Alegre na próxima terça (20)

Mobilização na Capital gaúcha inicia logo cedo, com pressão a parlamentares no aeroporto

Escrito por: CUT-RS • Publicado em: 18/06/2017 - 13:41 Escrito por: CUT-RS Publicado em: 18/06/2017 - 13:41

FBP

A CUT, centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo realizam um Dia Nacional de Mobilização na próxima terça-feira (20) rumo à greve geral de 30 de junho. Em Porto Alegre, haverá às 5h da madrugada um mutirão no Aeroporto Internacional Salgado Filho e às 17h30 acontece um grande ato no Largo Glênio Peres, no centro da capital gaúcha.

“Será um esquenta para a greve geral do dia 30 para barrar as reformas da Previdência e trabalhista e exigir Fora Temer e eleições diretas já”, afirma o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

“Com essa mobilização, esperamos tirar a greve geral da clandestinidade e criar um clima favorável ao movimento na população”, salienta.

Pressão no Aeroporto

O ato no Aeroporto visa pressionar os deputados e senadores gaúchos que integram a base do presidente ilegítimo e golpista Michel Temer (PMDB), para que votem contra as reformas da Previdência e trabalhista.

“Quem votar a favor dessas propostas, que retiram nossos direitos, não será reeleito em 2018, pois já estamos denunciando os nomes, as fotos e os partidos desses inimigos dos trabalhadores junto aos seus redutos eleitorais”, avisa Claudir.

Ato no Largo Glênio Peres

Já o ato no final da tarde no Largo Glênio Peres “irá fortalecer a mobilização das centrais sindicais e movimentos sociais rumo à greve geral para mostrar à população, que vamos parar novamente o Brasil para defender os direitos dos trabalhadores e impedir retrocessos civilizatórios”, salienta o presidente da CUT-RS.

O Dia Nacional de Mobilização integra o calendário de preparação da greve geral, definido pelas centrais sindicais. “De norte a sul do país, serão realizadas manifestações porque somente com o povo nas ruas poderemos enfrentar os golpistas e defender os direitos sociais, trabalhistas e previdenciários”, enfatiza Claudir.

Título: CUT-RS e centrais esquentam greve geral de 30 de junho com atos em Porto Alegre na próxima terça (20), Conteúdo: A CUT, centrais sindicais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo realizam um Dia Nacional de Mobilização na próxima terça-feira (20) rumo à greve geral de 30 de junho. Em Porto Alegre, haverá às 5h da madrugada um mutirão no Aeroporto Internacional Salgado Filho e às 17h30 acontece um grande ato no Largo Glênio Peres, no centro da capital gaúcha. “Será um esquenta para a greve geral do dia 30 para barrar as reformas da Previdência e trabalhista e exigir Fora Temer e eleições diretas já”, afirma o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo. “Com essa mobilização, esperamos tirar a greve geral da clandestinidade e criar um clima favorável ao movimento na população”, salienta. Pressão no Aeroporto O ato no Aeroporto visa pressionar os deputados e senadores gaúchos que integram a base do presidente ilegítimo e golpista Michel Temer (PMDB), para que votem contra as reformas da Previdência e trabalhista. “Quem votar a favor dessas propostas, que retiram nossos direitos, não será reeleito em 2018, pois já estamos denunciando os nomes, as fotos e os partidos desses inimigos dos trabalhadores junto aos seus redutos eleitorais”, avisa Claudir. Ato no Largo Glênio Peres Já o ato no final da tarde no Largo Glênio Peres “irá fortalecer a mobilização das centrais sindicais e movimentos sociais rumo à greve geral para mostrar à população, que vamos parar novamente o Brasil para defender os direitos dos trabalhadores e impedir retrocessos civilizatórios”, salienta o presidente da CUT-RS. O Dia Nacional de Mobilização integra o calendário de preparação da greve geral, definido pelas centrais sindicais. “De norte a sul do país, serão realizadas manifestações porque somente com o povo nas ruas poderemos enfrentar os golpistas e defender os direitos sociais, trabalhistas e previdenciários”, enfatiza Claudir.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.