Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Rodrigo Maia promete reforma da Previdência para primeiro semestre

Maia ainda disse que a reforma trabalhista pretendida por Temer terá prioridade

Escrito por: GGN • Publicado em: 03/01/2017 - 11:45 Escrito por: GGN Publicado em: 03/01/2017 - 11:45

Reprodução

O atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que tentará a reeleição em fevereiro deste novo ano, diz que a reforma da Previdência de Temer sairá ainda no primeiro semestre. Segundo ele, o projeto que endurece a lei de acesso à aposentadoria integral para homens e mulheres é "decisivo" para o futuro do País, além de um "marco na reorganização das contas públicas e no ajuste fiscal".

"Com a reforma aprovada, será gerada uma brutal confiança dos investidores nacionais e estrangeiros no Brasil, com impacto nos indicadores econômicos e no restabelecimento do crescimento. Vamos terminar de aprovar a reforma no Congresso no primeiro semestre, disse."

Maia ainda disse que a reforma trabalhista pretendida por Temer também será tratada com prioridade. As primeiras notícias sobre o projeto dão conta de que os patrões terão mais condições de negociar horário de trabalho e salários. "Tem polêmica, mas é muito importante. Alguns acham que esse arcabouço legal trabalhista protege o emprego. Temos a convicção de que o excesso de leis trabalhistas e as ações na Justiça trabalhista produzem efeito contrário. As leis hoje reduzem o número de empregos e o valor dos salários."

Questionado sobre o impacto da Lava Jato nos trabalhos do Congresso em 2017, Maia disse que a os políticos saberão tangenciar as delações. "Muito da aflição da sociedade vem da crise econômica. É isso que a gente precisa superar. É importante que as investigações da Lava Jato aconteçam e é importante que todos respondam pelos seus atos. Aqueles que foram denunciados de forma caluniosa terão de ter seus casos arquivados. E os que têm problemas que respondam pelos seus atos. E tenho certeza que a investigação não vai atrapalhar o andamento das reformas."

Título: Rodrigo Maia promete reforma da Previdência para primeiro semestre, Conteúdo: O atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), que tentará a reeleição em fevereiro deste novo ano, diz que a reforma da Previdência de Temer sairá ainda no primeiro semestre. Segundo ele, o projeto que endurece a lei de acesso à aposentadoria integral para homens e mulheres é decisivo para o futuro do País, além de um marco na reorganização das contas públicas e no ajuste fiscal. Com a reforma aprovada, será gerada uma brutal confiança dos investidores nacionais e estrangeiros no Brasil, com impacto nos indicadores econômicos e no restabelecimento do crescimento. Vamos terminar de aprovar a reforma no Congresso no primeiro semestre, disse. Maia ainda disse que a reforma trabalhista pretendida por Temer também será tratada com prioridade. As primeiras notícias sobre o projeto dão conta de que os patrões terão mais condições de negociar horário de trabalho e salários. Tem polêmica, mas é muito importante. Alguns acham que esse arcabouço legal trabalhista protege o emprego. Temos a convicção de que o excesso de leis trabalhistas e as ações na Justiça trabalhista produzem efeito contrário. As leis hoje reduzem o número de empregos e o valor dos salários. Questionado sobre o impacto da Lava Jato nos trabalhos do Congresso em 2017, Maia disse que a os políticos saberão tangenciar as delações. Muito da aflição da sociedade vem da crise econômica. É isso que a gente precisa superar. É importante que as investigações da Lava Jato aconteçam e é importante que todos respondam pelos seus atos. Aqueles que foram denunciados de forma caluniosa terão de ter seus casos arquivados. E os que têm problemas que respondam pelos seus atos. E tenho certeza que a investigação não vai atrapalhar o andamento das reformas.



Informa CUT

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.